Header Ads

JP: Mutirão da Saúde começa em fevereiro


/ Notícias / Paraíba

11/01/13 - 10:32


JP: Mutirão da Saúde começa em fevereiro


No Hospital Municipal Santa Isabel, 1.500 pacientes aguardam por cirurgia

 Na primeira semana de 2013, o prefeito Luciano Cartaxo afirmou que nos próximos dias seria realizado um mutirão na área da Saúde. O objetivo da ação é eliminar a fila de pacientes que aguardam por uma intervenção cirúrgica. Os procedimentos deverão começar em fevereiro, e serão beneficiados os pacientes do Hospital Municipal Santa Isabel (HMSI) e do Complexo Hospitalar Tarcísio Burity.
O secretário de Saúde de João Pessoa, Lindemberg Medeiros, fez avaliações nos dois principais hospitais municipais. As visitas tiveram como objetivo analisar a viabilidade de implantar mutirões de procedimentos para desafogar a lista de espera de pacientes.
Para possibilitar o aumento no número de cirurgias realizadas na rede municipal, três salas cirúrgicas do Complexo Tarcísio Burity estão passando por reforma. Também está sendo providenciada a compra de equipamentos e aquisição de demais insumos. “Nosso trabalho será focado para que os pacientes de João Pessoa possam começar a ser atendidos pelo mutirão antes dos cem dias de governo”, afirma.
Pacientes
Na lista de espera do Hospital Municipal Santa Isabel, 1.500 pacientes aguardam por cirurgia. Os primeiros tipos de cirurgias previstas são as de hérnia e vesícula. Já no Complexo Hospitalar Tarcísio Burity, a lista conta com 2 mil nomes aguardando intervenção cirúrgica ortopédica.
Atualmente, 176 municípios da Paraíba são atendidos pela rede de saúde de João Pessoa. O secretário destaca que é importante que a Secretaria de Saúde do Estado (SES) ajude na melhoria da infraestrutura de seus hospitais. “A demanda aumentou muito e é necessária e urgente uma parceria entre a SMS e a SES”, ressalta Lindemberg.
Ainda no mês de janeiro, o secretário pretende agendar uma reunião com a SES e discutir as pactuações, incluindo a formação de uma rede municipal de enfrentamento das urgências e emergências.
da Redação (com assessoria)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.