Rádio Monteiro - Online

Agricultor confessa assassinato da própria filha no Cariri

Image 
 
Foi preso nesta segunda-feira (22) o agricultor de 42 anos suspeito de matar e esconder o corpo da filha de 17 anos, em Barra de Santana, no Cariri paraibano. A garota estava desaparecida desde a última quarta-feira (17) e foi encontrado em um matagal em estado de putrefação no sábado (20). O próprio pai apontou o local onde estaria o corpo da adolescente.

Segundo a delegada Maria do Socorro Fausto, ele se entregou na tarde de ontem e acabou sendo detido em flagrante pela ocultação de cadáver. O suspeito confessou o assassinato. “O prazo do flagrante de homicídio já tinha passado, mas conseguimos o flagrante pela ocultação de cadáver e ele será encaminhado para a cadeia pública de Queimadas”, relatou.

O homem estava escondido no sítio Bela Vista, zona rural de Barra de Santana. Segundo a polícia, no dia 17 de julho ele e a filha saíram de casa em uma moto para ir a um supermercado em Queimadas. Horas depois, ele voltou para casa sozinho. No sábado, o suspeito saiu de casa com um filho e apontou para este o local onde estaria o cadáver. A jovem foi encontrada com marcas de dois tiros, no peito e cabeça.

O homem fugiu e resolveu se entregar apenas ontem. A Polícia Civil acredita que o crime foi premeditado. “Ele confessou e contou que ouviu o relato da filha de que estaria namorando uma pessoa que ele considera perigosa. Imaginamos que o crime foi premeditado porque ele estava armado com um revólver. As informações de familiares são de que ela morava com a avó, aos 12 anos foi morar com o pai e mudou de comportamento, passando a ser uma pessoa triste e introspectiva”, disse a delegada.

O homem deverá indiciado por homicídio doloso e ocultação de cadáver. O corpo da adolescente passou por perícia no Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande e o laudo deve ser concluído em até 30 dias.

0 comentários:

Postar um comentário