Rádio Monteiro - Online

Diego Costa renuncia à seleção brasileira e diz que defenderá a Espanha

Diego Costa

O jogador Diego Costa anunciou nesta terça-feira (29) que não defenderá a seleção brasileira nos próximos jogos (sejam oficiais ou não), mas sim a da Espanha. Atacante do Atlético de Madrid, o brasileiro renunciou a convocação de Luiz Felipe Scolari para os amistosos contra Honduras e Chile, que acontecem nos dias 16 e 19 de novembro.

Diego Costa manifestou oficialmente sua intenção de jogar pela ‘Fúria’ através de comunicado postado no site da seleção espanhola. Junto com outros quatro jogadores, o atleta havia tido sua convocação antecipada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na última sexta-feira (26).


Em nota oficial, o técnico da seleção brasileira criticou a escolha de Diego Costa:

“Um jogador brasileiro que se recusa a vestir a camisa da Seleção Brasileira e a disputar uma Copa do Mundo no seu país só pode estar automaticamente desconvocado. Ele está dando as costas para um sonho de milhões, o de representar a nossa seleção pentacampeã em uma Copa do Mundo no Brasil”, disparou Felipão.

Diego Costa, que defendeu o Brasil apenas em partidas amistosas, enviou uma carta na tarde desta terça-feira para o secretário geral da CBF, Julio Cesar Avelleda, comunicando-o sobre sua decisão de atender aos chamados espanhóis.

De acordo com secretário geral da Real Federação Espanhola de Futebol, Jorge Pérez, o brasileiro teve um ‘comportamento exemplar’ ao defender sua palavra em mudar sua nacionalidade.

A entidade, que já consultou a Fifa, deve entrar em contato com a CBF nas próximas horas para acertar trâmites que garantirão Diego Costa na ‘Fúria’.


0 comentários:

Postar um comentário