Rádio Monteiro - Online

Suposto ladrão é amarrado a formigueiro

Cássio decide levar pedido de Campos para manutenção da aliança para reuniãoO secretário de Segurança do Piauí, Robert Rios Magalhães, determinou a abertura de inquérito para apurar o caso de um homem que apareceu em imagens no Facebook amarrado sobre um formigueiro em Teresina. Magalhães disse que soube do caso, que repercutiu no jornal inglês “Daily Mail”, pelas redes sociais.

Segundo a descrição do vídeo, o homem jovem e não identificado aparece com marcas de agressão no rosto. Ele é suspeito de ter assaltado uma casa. A página em que as imagens foram divulgadas tem o nome de “Apoio Policial” e visa apoiar policiais.

“A cada dia e com essa onda de bandido ser solto pode ocorrer isso. Um adolescente matou uma criança no conjunto Promorar, em Teresina, e sabemos agora que responde por quatro homicídios. Isso cria um ambiente de intolerância na população. A melhor maneira de acabar com essa revolta popular é as instituições funcionarem, a Justiça, o Ministério Público, a polícia e os legisladores”, disse Magalhães.

A Comissão de Direitos Humanos da seccional piauiense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) solicitou a Magalhães a apuração da agressão. O secretário afirmou que a única informação que possui, além das imagens, é a de que a ação dos populares contra o suposto assaltante ocorreu na região do Grande Dirceu, na capital do Piauí.

“Isso está acontecendo em todo o Brasil, com a população prendendo, espancando bandidos. É um caso igual ao do jovem amarrado e encontrado com uma corrente no pescoço no Rio de Janeiro”, afirmou Magalhães.

Com Cariri Ligado.

0 comentários:

Postar um comentário