Rádio Monteiro - Online

Grupo é preso acusado de explodir caixas eletrônicos na região do Cariri

CCJ apreciará 44 matérias durante reunião ordinária nesta terça-feira

A Polícia Civil apresentou na tarde deste sábado (29) quatro homens acusados de explodir caixas eletrônicos e assaltar pelo menos duas agências dos Correios na região do Cariri paraibano este mês. O grupo foi preso na manhã deste sábado (29) em Campina Grande e no município de Queimadas, durante a operação “Efeito Dominó”, iniciada desde agosto deste ano. Com eles, os policiais encontraram quatro carros e duas motocicletas, além de oito armas, 100 unidades de munições, explosivos e uma pequena quantidade de maconha.
De acordo com o superintendente regional da Polícia Civil de Campina Grande, Marcos Paulo, o grupo foi localizado a partir de um assassinato de um homem, ocorrido na madrugada de sexta-feira (28), no município de São Sebastião de Lagoa de Roça, no Brejo. Conforme o delegado, a vítima também seria integrante do grupo criminoso. “A gente estava investigando essa pessoa, soubemos da execução dele e fomos até o local, onde encontramos armas e munições. Depois disso, identificamos as outras quatro pessoas que praticavam os arrombamentos”, completa o delegado.
Ao chegar no local onde os quatro homens estavam escondidos, sendo três em Campina Grande e o outro na zona rural de Queimadas, os policias encontraram duas espingardas de calibre 12, outra de calibre 44 e uma de fabricação caseira, três pistolas 380, um revólver, três coletes a prova de bala, seis veículos e ainda cerca de 10 quilos em explosivos.
“Eles estavam fortemente armados e certamente estavam planejando novos ataques. Estamos investigando a origem dos veículos e das armas e acreditamos que tenham outras pessoas envolvidas, que até podem ser de instituições públicas. Se tiver agentes públicos, a população pode ter certeza de que não vamos poupar ninguém. O que concluímos até agora é que eles são os responsáveis pelos arrombamentos nos Correios de Barra de São Miguel e Livramento (ocorridos esta semana) e de uma explosão de uma caixa eletrônico de um supermercado de Campina Grande, no início do mês”, revelou Marcos Paulo.
O grupo prestou depoimento na Central de Polícia de Campina Grande e será transferido ainda neste sábado (29) para o presídio do Serrotão.

0 comentários:

Postar um comentário