Rádio Monteiro - Online

Secretaria de Saúde de Monteiro realiza campanha de vacinação contra a gripe

A Secretaria Municipal de Saúde, através do Departamento de Vigilância em Saúde estará se integrando a Campanha Nacional contra a Influenza (Gripe) que acontece no período de 04 a 22 de maio, tendo o sábado, dia 9, como o Dia D da campanha.

As vacinas estarão disponíveis neste período em todas as Unidades Básicas de Saúde do Município, tendo como público-alvo da campanha os adultos com 60 anos ou mais de idade, as crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), os trabalhadores de saúde, as gestantes, as puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto), os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, a população carcerária e os funcionários do sistema prisional.

As infecções virais respiratórias agudas ocorrem com mais frequência nos meses do inverno e outono. A transmissão do vírus da gripe ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém-contaminadas por secreções respiratórias podem levar o agente infeccioso direto à boca, olhos e nariz.

“É possível reduzir os riscos de contágio e disseminação do vírus com atitudes simples como cobrir boca e nariz com um lenço ou com a parte superior das mangas das roupas ao espirrar ou tossir. Outras recomendações são: evitar locais fechados; lavar sempre as mãos com água e sabão; manter a janela do transporte coletivo aberta, mesmo em dias mais frios para facilitar a circulação de ar e descartar corretamente no lixo os lenços de papel”, explica a secretária Municipal de Saúde, Anna Lorena.

Contraindicações

A vacina contra a influenza sazonal não deve ser administrada em: Pessoas com história de reação anafilática prévia ou alergia severa relacionada a ovo de galinha e seus derivados, assim como a qualquer componente da vacina e Pessoas que apresentaram reações anafiláticas graves a doses anteriores também contraindicam doses subsequentes.

0 comentários:

Postar um comentário