Rádio Monteiro - Online

Pela 1ª vez, sumeense é ordenado diácono pela Diocese de Campina Grande

A Diocese de Campina Grande acolheu seus dois novos Diáconos. Um deles é o sumeense Emanuel Augusto. Ele, que é oriundo da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Sumé, e Van Victor Carvalho foram ordenados por Dom Manoel Delson em Missa solene concelebrada por numeroso clero, familiares e fiéis vindos de várias paróquias da Diocese. A Celebração aconteceu na Catedral de Nossa Senhora da Conceição, em Campina Grande.

Emanuel Augusto é o primeiro sumeense a ser ordenado diácono e deverá ser o primeiro padre da história do município.

Para ele, a missão junto à igreja sempre foi um pedido de Deus em sua vida, respondido com o seu sim definitivo a vocação sacerdotal. “É uma semente que Deus plantou e está desabrochando aos poucos, manifestadas nas pequenas coisas do cotidiano. Quando Deus chama Ele é fiel aqueles que que são convidados. Isso é um sonho que é de Deus e eu deixo que se realize na minha vida “, afirmou o Diácono.

Logo após ordenação os novos Diáconos foram nomeados para desempenhar a função nas Paróquias da Diocese. O Diácono Van Victor continua na Catedral Diocesana, visto que ele já vinha realizando estágio pastoral enquanto seminarista. Já o Diácono Emanuel Augusto foi nomeado para a Paróquia de Santa Ana, no munícipio de Alagoa Nova. Ele estava em estágio pastoral na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Pocinhos.

O DIACONATO

O Diácono é um servo da Igreja. Ele auxilia na liturgia, no serviço aos mais necessitados, realiza batizados, assiste a casamentos, assiste os enfermos com o viático, celebra a Liturgia da Palavra, prega, evangeliza e catequiza. Essa é uma fase importante para o sacramento da ordem, em preparação para o ministério sacerdotal, que é o caso dos ordenados nesta quinta-feira.

Também existem os Diáconos Permanentes, que são simultaneamente pai e esposo, exerce uma profissão civil e se consagram à comunidade eclesial pelo sacramento da Ordem através do Diaconato. Sua vocação abrange três grandes dimensões: familiar, profissional e eclesial. Embora com desafios próprios, estas não deixam de contribuir positivamente para a realização da vocação Diaconal. A Diocese de Campina Grande conta com 4 Diáconos permanentes.





De Olho no Cariri

0 comentários:

Postar um comentário