Rádio Monteiro - Online

Sumé devolve sorriso e saúde à população com implantes dentários

A decisão de fazer um implante dentário é um momento muito esperado pelo paciente. Poder mostrar o sorriso sem sentir vergonha e mastigar normalmente é o sonho de muitas pessoas. Corrigir a dentição através do procedimento de implantes é um custo financeiro alto que impossibilita muita gente de poder realizá-lo.

Por outro lado, uma iniciativa pioneira da Prefeitura Municipal de Sumé, em parceria com o Centro Odontológico Sarkis está possibilitando mudar o sorriso e a saúde bucal de muitas pessoas que sonhavam com este tipo de tratamento mas que não tinham condições de poder realizá-lo.

Há oito meses, o Programa de Implantes Dentários do Município de Sumé, do Programa Brasil Sorridente, está sendo executado gratuitamente de forma pioneira em toda a região Nordeste. Projeto semelhante só funciona no Estado do Paraná, região sul do país.

A ideia de oferecer o serviço de Implante Dentário Osteointegrado e Prótese sobre Implante em Sumé partiu do prefeito doutor Neto, que tomou como exemplo o serviço ofertado no Paraná e conseguiu trazer para a cidade o projeto, em parceria com o Centro Odontológico Sarkis. O programa no município é comandado pelo odontólogo Butruz Sarkis, diretor do centro, que agregou o conhecimento que tinha com trabalhos similares de implantes realizados para ONGs na Capital Federal.

Os implantes são realizados no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO). O tratamento leva em torno de quatro meses para ser concluído, antes de iniciá-lo, as pessoas recebem todas as informações da equipe sobre como serão feitos os procedimentos, o passo a passo dos implantes.

O tratamento que num consultório particular pode custar em torno de R$ 11 mil, em Sumé ele é feito gratuitamente para a população, apenas o raio-x panorâmico solicitado no início do procedimento tem que ser pago pelo paciente, que custa R$ 100,00.

O sucesso do projeto é comprovado pela rápida expansão do benefício a outras prefeituras da região. Além de Sumé, as cidades de Amparo, Camalaú, Caraúbas, Congo, Coxixola, Gurjão, Livramento, São João do Cariri, São Sebastião do Umbuzeiro, Serra Branca e Zabelê também se interessaram pelo programa e estão participando do projeto, sendo atendidas no CEO de Sumé para a realização dos implantes dentários.

Cerca de 3.000 implantes já foram realizados. Cada pessoa tem direito a colocar seis dentes. Os primeiros resultados já podem ser vistos em alguns pacientes de Sumé que se submeteram ao tratamento.

Mário Pereira Filho implantou cinco dentes e agora aconselha a muitos para não perder a oportunidade. “Estou satisfeito demais. Era um sonho que eu tinha, mas não podia realizar porque para mim, num consultório particular ficaria em torno de R$ 20 mil. Esse foi um projeto que veio abençoar todo mundo, eu até já levei um amigo para fazer também”, disse ele.

A senhora Marinalva da Silva Morais também a pouco terminou o tratamento e já está sendo chamada pelos amigos de sorriso. “Os implantes pra mim mudou tudo, na estética foi ótimo. Hoje me chamam de sorriso por causa dos meus novos dentes. Estou indicando para quem puder. Os implantes são muito mais seguros do que usar apenas prótese. O atendimento é ótimo, eles tratam você muito bem, nunca tive medo de fazer, encarei numa boa, segui todas as recomendações dadas pelo dentista”, relatou Marinalva, que implantou seis dentes.

A equipe do Centro Odontológico Sarkis é formada por cinco cirurgiões dentistas, sendo quatro com formação em implantodontia e cinco auxiliares. O processo do tratamento é simples, a triagem do paciente é feita dentro do CEO. As pessoas devidamente examinadas são encaminhadas à área de implantodontia, que solicita os exames necessários e dão todas as instruções aos pacientes sobre o tratamento que receberão. As cirurgias são previamente agendadas e é importante que as pessoas sigam as recomendações dadas pelo dentista, entre elas repouso e higiene bucal.

De acordo com o coordenador do projeto, Butruz Sarkis, a meta de atender 150 pessoas por dia será alcançada a partir de janeiro do próximo ano.

0 comentários:

Postar um comentário