Rádio Monteiro - Online

Bandidos migram para o Cariri após polícia de Pernambuco apertar o cerco

Não é à toa o alto índice de criminalidade em Monteiro e em outras cidades do Cariri, principalmente nos últimos dias. Informações dão conta de que a violência aumentou na região porque o Governo do Estado de Pernambuco fechou o cerco contra a bandidagem, instalando um Batalhão de Polícia na cidade de Santa Cruz do Capibaribe e realizando operações frequentes através da CIOSAC (Companhia Independente de Operações e Sobrevivência em Área de Caatinga), fazendo assim com que os criminosos abandonassem o estado e procurassem outros locais com menor policiamento para atuar. Diante disso, a cidade de Monteiro acabou virando alvo fácil, o que vem aterrorizando a população local.

Os casos de violência no município de Monteiro passaram a crescer desde o início do ano, quando as operações da CIOSAC começaram a acontecer em Pernambuco. O município caririzeiro passou a registrar diariamente vários furtos, assaltos a mão armada e até arrastões. Mas o que chama atenção é que, apesar do grande número de ações, poucos destes criminosos chegam a ser capturados pela polícia, que alega o fato de Monteiro ter várias rotas de fuga, o que facilitaria a vida dos criminosos.

As autoridades policiais também se queixam da legislação falha que acaba protegendo os bandidos. Foi o que disse o Delegado Regional de Monteiro, João Joaldo, em entrevista exclusiva ao Cariri Ligado. De acordo com ele, a maioria dos envolvidos nos recentes crimes realizados na cidade de Monteiro já está identificada, sendo boa parte de ex-presidiários. João Joaldo chamou atenção para o grande número de criminosos do Estado de Pernambuco que está invadindo o Cariri paraibano para realizar suas ações, alertando que o fato é preocupante, mas que a polícia está fazendo sua parte.

O delegado revelou que esteve reunido com representantes da Polícia Militar na cidade de Monteiro, e o trabalho ostensivo deverá ser feito com maior intensidade, com abordagens mais frequentes, rondas, realização de blitz, continuidade no trabalho de investigação, dentre outras ações. “Estamos fazendo nossa parte, não falta esforço, mas o fato é que a criminalidade aumenta a cada dia não só no Cariri, mas em todo país”, finalizou.

Colaboração da população

O delegado João Joaldo aproveitou para fazer um apelo à população caririzeira para que passe a colaborar mais com denúncias e informações, através do Disk Denúncia 197 da Polícia Civil. Ele enfatizou que todas as ligações são sigilosas, sendo preservadas as identidades das pessoas que colaborarem com a polícia. “O cidadão relata os dados sobre o crime cometido, características físicas e localização do acusado, não sendo necessária a identificação nem o seu telefone de contato,” enfatizou.

0 comentários:

Postar um comentário