Rádio Monteiro - Online

Mulher é detida suspeita de atear fogo na casa de ex-companheiro, em Sumé

Uma mulher de 20 anos foi detida suspeita de atear fogo na casa do ex-companheiro dela, também de 20 anos, na cidade de Sumé, no Cariri paraibano. O incêndio criminoso teria ocorrido depois de uma briga entre o ex-casal. Segundo a vítima informou à Polícia Militar, a discussão aconteceu porque a mulher não aceita o fim do relacionamento entre eles.

De acordo com o Centro Integrado de Operações da Polícia Militar (Ciop), o rapaz informou que constantemente estava sendo ameaçado pela ex-companheira. Segundo o relato dele, a mulher teria ido até a casa do jovem dizendo que iria atear fogo na residência e matar um dos filhos dele. Depois da ameça, a Polícia Militar orientou o homem a deixar a casa e ir para a residência de parentes, para evitar que eles se encontrassem.

Os policiais iniciaram buscas pela mulher, por volta das 20h e, ao passarem pela frente da casa do rapaz, perceberam que o local estava em chamas. A Polícia Militar chegou a acionar o Corpo de Bombeiros, mas os policiais conseguiram controlar o fogo com a ajuda de moradores.

Depois que as chamas foram controladas, a Polícia Militar continuou as buscas e encontrou a suspeita na casa dela. Segundo a polícia, a mulher assumiu a autoria do incêndio e disse que contou com a ajuda de um casal.

A suspeita foi encaminhada para a delegacia de Polícia Civil da cidade de Monteiro e autuada pelo delegado Gilson Duarte. Até o fim da manhã desta quarta-feira, a mulher seguia detida na carceragem da delegacia da Polícia Civil, em Monteiro.

0 comentários:

Postar um comentário