Rádio Monteiro - Online

Monteirense conquista título inédito em noite de recorde de público

Foi um dos maiores públicos da história do futsal de Monteiro. Nunca as arquibancadas do ginásio do colégio estadual estiveram tão lotadas.

Pena que alguns agitadores, mau-caráter, e maus perdedores deram trabalho à polícia, mas nada que pudesse estragar o brilho da conquista incontestável do Monteirense.

Incontestável, por que em todos os 40 minutos de bola rolando o tricolor foi superior. E mesmo desfalcado de Jeferson (melhor jogador de futsal da atualidade no Cariri), o Monteirense fez 3 a 1, com 2 gols de Juquinha (eleito o melhor jogador da competição) e 1 gol de Rodolfinho (que agora tá viciado em ser campeão).

A diferença era notável desde a 1ª fase, tanto é que o porto se classificou na 1ª fase ocupando apenas a 6ª colocação e avançou as fases aos trancos e barrancos inclusive participando de disputas de penalidades.

O Porto perdeu em um ano, Chel, Danilo, Jefferson, Casagrande, Jureminha e Wellington, muitas peças que faziam a diferença em quadra.

O Monteirense ficou sem Caick, Marcelo, Éder e Negueba, mas repôs as peças com Danilo, Jefferson, Carlos e Juquinha entre outros, ou seja repôs à altura.

O Porto chegou onde podia, o Monteirense chegou onde merecia. Para o Porto, fim do sonho do tetra, e para o Monteirense o início do sonho do 1º título municipal.

0 comentários:

Postar um comentário