MONTEIRO TV AO VIVO

DNIT confirma instalação de novos redutores de velocidade em 07 cidades do Cariri paraibano

As rodovias da Paraíba receberão 115 novos radares nos próximos meses. A previsão, segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT), é de que até junho de 2019 todos os equipamentos sejam instalados. A empresa que ganhou a licitação e está responsável pelo novo contrato é a Fiscal Tecnologia e Automação LTDA (Fiscaltech). O contrato que já está em vigor e vai custar R$ 59.384.650,04.

A previsão atual é de instalação de 186 equipamentos na malha rodoviária federal da Paraíba, sendo 71 substituições de equipamentos antigos e 115 em novos pontos previstos. Atualmente, 30 equipamentos estão em instalação na região de Sousa, Cajazeiras, Uiraúna, Juazeirinho e Pombal.

Na região do cariri paraibano, sete municípios receberão novos radares, que em sua maioria serão instalados na malha rodoviária da BR-412. As instalações dos equipamentos irão cortar a BR-412, desde o município de Boa Vista até a cidade de Monteiro.

Nas cidades de Serra Branca, Sumé, Monteiro (BR-412) e Juazeirinho (BR-230) serão instalados 03 novos radares nas extensões da rodovia que cortam os municípios. Já as cidades de São João do Cariri (BR-412) e Alcantil (BR-104) serão instalados 02 novos radares. A cidade de Boa Vista que já possui 01 equipamento instalado, passará a ter mais um radar na malha rodoviária do município.

Com a retirada dos equipamentos na região do Sertão, o DNIT informou que “após a instalação destes equipamentos, a empresa prosseguirá na região de Campina Grande e entorno. Ao mesmo tempo, há uma segunda equipe se mobilizando para substituir os equipamentos na região metropolitana de João Pessoa, bem como para instalação dos novos equipamentos em novos locais. O cronograma em vigor indica que todos os equipamentos estarão instalados até julho/19”, explicou.

O órgão também destacou que “até o presente momento, já temos equipamentos aferidos em 16 locais diferentes, arrolados no quadro abaixo, faltando apenas a emissão do Laudo pelo IPEM (Instituto Nacional de Pesos e Medidas) para colocá-los em operação, o que deve ocorrer até esta quinta-feira (14/02).



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.