MANÍACO SEXUAL: Suspeito de estupros na PB atacava vítimas no dia de folga


O homem preso suspeito de estuprar mulheres e adolescentes em Campina Grande está sendo considerado pela Polícia Civil como um “maníaco sexual”. De acordo com a delegada responsável pelo caso, Maíra Araújo, o suspeito, de 31 anos, na verdade era entregador de pizza e estava praticando o crime todas as segundas-feiras deste mês de abril, dia em que estava de folga do trabalho.

Segundo a delegada, o colete de mototaxista apreendido no local onde uma das vítimas foi estuprada, na madrugada da terça-feira (23), era usado pelo homem para enganar a mulher dele. “Ele trabalhava de terça a domingo como entregador de pizza. Na segunda-feira, que era o dia de folga dele, ele dizia à companheira que ia fazer um ‘bico’ como mototaxista na cidade e saía para praticar os assaltos seguidos de estupros”, explicou a delegada.

O suspeito é casado e pai de uma menina. Conforme a delegada, ele saía de casa toda segunda-feira e abordava as mulheres anunciando um assalto. Ao tomar os celulares, sob ameaças, ele mandava as vítimas subirem na garupa da moto e as levava para um matagal localizado no bairro Mutirão.

“Após cometer os estupros, ele deixava as vítimas próximo à casa onde elas moravam, mas essa última vítima foi encontrada ainda no local do crime após a mãe dela, que estava no momento do assalto, acionar a polícia”, disse a delegada.

Após ser preso ainda na tarde desta terça (23), outras quatro vítimas do suspeito foram até a Central de Polícia Civil de Campina Grande relatar os estupros. Ainda segundo a delegada, após ouvir os depoimentos, ficou constatado que o homem agia sempre da mesma forma, no mesmo dia e levava as vítimas para o mesmo local.

Além da jovem de 19 anos que o homem é suspeito de ter estuprado na madrugada da terça-feira (23), as outras quatro vítimas são duas mulheres e duas adolescentes, uma de 13 anos e outra de 17.

“Tanto a Delegacia da Mulher quanto a Delegacia da Infância e da Juventude estão investigando os casos, porque as vítimas dele foram mulheres e adolescentes”, informou a delegada.


Ainda segundo a delegada, o homem já tinha passagem na polícia por porte ilegal de arma. Ele permanece detido na Central de Polícia Civil de Campina Grande e será levado para audiência de custódia na tarde desta quarta-feira (24). Em seguida, o suspeito será encaminhado ao Presídio Raimundo Asfora, no Serrotão.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.