Suspeito de estelionato preso em Campina Grande é encaminhado para presídio, após audiência



A Justiça da Paraíba manteve a prisão de Ernando Gerônimo da Costa, de 22 anos, durante uma audiência de custódia realizada neste segunda-feira (13). Ele foi preso por força de um mandado de prisão preventiva suspeito de estelionato. Ernando vem sendo investigado por golpes em cidades da Paraíba e também no Rio de Janeiro.

Ernando Gerônimo estava na carceragem da Central de Polícia Civil desde a prisão. Ele vai ser encaminhado para a Penitenciária de Segurança Máxima Padrão, em Campina Grande.

O suspeito foi preso na última sexta-feira (10), em Campina Grande, após almoçar com o colunista social e coordenador de turismo de Campina Grande, Celino Neto. Ele foi localizado após a Polícia Civil ver uma foto dele com o colunista.

Através de uma rede social, o Celino Neto disse que o suspeito havia lhe procurado dizendo que era herdeiro de uma empresa de táxi-aéreo e que estava planejando realizar um evento de aniversário, tendo interesse em contratar serviços do colunista.

O advogado Sheyner Asfora, que faz a defesa de Ernando disse que já havia um conhecimento do mandado de prisão e que Ernando havia se comprometido em se apresentar na comarca de Alagoa Grande nesta terça-feira (14), dia em que o juiz de comarca estaria presente na cidade. O advogado também disse que o caso ainda é investigado e que não houve denúncia do Ministério Público.

O delegado da Polícia Civil, Pedro Ivo, destacou que o preso vem sendo investigado pela prática de estelionato contra uma idosa na cidade de Alagoa Grande, no Brejo paraibano. Ele também é investigado por praticar crimes semelhantes em outras cidades paraibanas como Mari e Pilõezinhos. Ele também é investigado no Rio de Janeiro.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.