MONTEIRO TV AO VIVO

CAPS de Sumé é premiado em Congresso Brasileiro de Saúde Mental e Dependência Química

Parte da equipe do CAPS I – Estação Novos Rumos, de Sumé, participou do V Congresso Brasileiro de Saúde Mental e Dependência Química realizado de 14 a 16 de novembro, na Universidade Federal da Paraíba, em João Pessoa, e promovido pelo Departamento de Psicologia da instituição. O evento, que já está na sua quinta edição, teve como objetivo criar um espaço de debate entre estudantes, pesquisadores, profissionais, usuários e comunidade em geral, observando os seguintes eixos: prevenção e tratamento, políticas públicas, neurociência e clínica aplicada, prevenção e intervenção nas áreas da saúde mental e da dependência química.

O CAPS Sumé marcou presença tanto nas discussões gerais quanto no envio de dois trabalhos científicos no eixo “Prevenção e Tratamento”. O primeiro trabalho, apresentado na modalidade pôster, trouxe o tema: “Oficinas Geradoras de Renda: Novos Rumos na Saúde Mental”. O estudo foi produzido a partir das oficinas de terapia ocupacional, conduzidas pela terapeuta Thaís Alves e pela Assistente Social, Natália Gomes Sobral. Segundo Natália, estas oficinas tem buscado utilizar os interesses e aptidões dos usuários do CAPS para a produção de artigos culinários, artesanais e artísticos que possam ser comercializados, observando tanto a terapêutica do processo como a reabilitação psicossocial através do sentimento de pertencimento, autonomia e inserção na vida produtiva.

O segundo trabalho, apresentado na modalidade oral, teve como tema: “A arte como ferramenta na atenção psicossocial”. O trabalho é fruto da implantação do “Ateliê Novos Rumos”, conduzido pelo artesão do CAPS, Alexandre Limeira, que tem utilizado a arte como forma de amenizar os efeitos dos transtornos mentais, potencializando e valorizando as formas singulares do processo de livre criação, elevando a autoestima e melhorando o equilíbrio emocional dos usuários.

De 400 trabalhos apresentados no evento, este recebeu certificação científica, como um dos melhores. Para Alexandre, o reconhecimento comprova a seriedade com que a equipe do CAPS de Sumé desenvolve sua metodologia, apresentando um espaço humanizado para os usuários e seus familiares, onde a saúde mental é compreendida como um processo biopsicossocial que visa um atendimento cada vez mais resolutivo, integral e humanizado.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.