MONTEIRO TV AO VIVO

Procon fecha nove lojas nas duas semanas após flexibilização do comércio de Campina Grande

Duas semanas depois de lojas, bares, restaurantes e academias voltarem a funcionar, órgão municipal diz que desrespeitos às diretrizes são casos isolados.
Fiscalização vem sendo intensificada em Campina Grande — Foto: Reprodução/TV Paraíba

Após duas semanas de reabertura do comércio local de Campina Grande, em que lojas, bares, restaurantes e academias voltaram a funcionar, o Procon municipal fez um primeiro balanço sobre a questão. No período, foram 23 estabelecimentos advertidos e notificados, duas multas e nove foram fechados. Apesar do número, o coordenador avaliou como positivo o apoio que os comerciantes têm mantido às orientações sanitárias.

“São números relativamente pequenos, diante das inúmeras denúncias que recebemos. Foram mais de 50. No entanto, ao averiguarmos os locais, descobrimos que eram em sua grande maioria infundadas, porque os estabelecimentos estavam de acordo com as orientações do decreto municipal”, comentou Rivaldo Rodrigues, coordenador do Procon Campina Grande.

O órgão vem intensificado nesses últimos 15 dias o trabalho de orientação aos comerciantes locais. O objetivo é fazer com que a retomada das atividades econômicas não implique em um aumento brusco de casos positivos de coronavírus na cidade.

E, de acordo com Rivaldo, tanto os empresários como os clientes vêm demonstrando conscientização, adotando as medidas corretas para evitar a propagação do vírus.

“Campina Grande segue mostrando índices pequenos de ocupação de leitos de UTI (46,15%) e de enfermaria (33%), mesmo com a retomada das atividades econômicas. Esperamos que continuemos assim”, disse ele.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.