Header Ads

Casal morreu asfixiado por monóxido de carbono, dentro de carro, aponta polícia

 



A investigação inicial da Polícia Civil apontou que uma adolescente de 14 anos e um professor de 31 anos morreram sufocados por monóxido de carbono. Os corpos dos dois foram encontrados nesse final de semana dentro de um carro na garagem de uma casa em Guarabira, no Brejo do Estado.

O delegado Walter Brandão, responsável pelas investigações, disse que os dois estavam em um ambiente completamente fechado. O exame cadavérico descartou sinais de violência nas vítimas.

 “A jovem saiu de Pirpirituba para um ensaio da banda marcial e lá encontrou o namorado. Os dois saíram e foram até essa casa, com a garagem fechada. O que conseguimos concluir é que não foi homicídio. Não teve nada de violência física”, disse.

O monóxido de carbono é exaurido do cano de escape depois da queima do combustível, não tem cheiro e é altamente tóxico.

 

MaisPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.