Rádio Monteiro - Online

Surto de dengue, zica e chikungunya gera pânico na cidade de Monteiro

O município de Monteiro está enfrentando um surto de dengue, zica e chikungunya, graças ao mosquito aedes aegypti. Pacientes de todos os bairros da cidade estão manifestando os sintomas e sendo encaminhados para o Hospital Regional e UPA – Unidade de Pronto Atendimento. O mais preocupante é com as gestantes, já que o município registrou 2 casos de microcefalia em bebês nos últimos dias, decorrente do vírus zica em gestantes.

De acordo com informações, centenas de casos já foram registrados nos últimos dias, o que levou a uma superlotação dos leitos nestas unidades de saúde. Devido a superlotação, vários pacientes estão sendo medicados e em seguida liberados para suas residências, já que não possuem leitos disponíveis. Um dos pacientes foi Geordie Viana (foto), que após longa espera conseguiu atendimento na UPA.

Em contato com a reportagem, a secretária de Saúde do Município, Ana Lorena Leite, reconheceu o surto e informou que o combate ao mosquito já foi intensificado com ações emergenciais por parte dos agentes de endemias e na conscientização da população, porém, aguarda um posicionamento do Governo do Estado que é quem fornece o larvicida que mata o mosquito. Ao longo da semana o carro ‘fumacê’ circulou em todas as ruas do município, o que deve diminuir a incidência dos casos ao longo dos próximos dias.

Microcefalia

A microcefalia é uma condição rara em que o bebê nasce com o crânio do tamanho menor do que o normal. Inicialmente, o Ministério da Saúde considerava que bebês com circunferência da cabeça igual ou menor que 33 cm tinham a malformação. Entretanto, no último dia 4, um novo parâmetro passou a apontar microcefalia em crianças com cabeça medindo 32 cm ou menos de circunferência.

0 comentários:

Postar um comentário