Polícia Federal prende quatro pessoas suspeitas de fraudes no concurso da UFPB


A Operação Ponto Final, da Polícia Federal, prendeu quatro pessoas suspeitas de fraudes em concursos públicos, neste domingo (7), enquanto realizavam as provas para os cargos de administrador e assistente em administração do concurso da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa e Rio Tinto.

A operação contou com a participação de 10 policiais federais. De acordo com PF, os candidatos presos utilizam instrumentos eletrônicos de recepção de dados, com objetivo de receberem, de terceiros, o gabarito de suas provas. A Polícia Federal não detalhou em qual local de prova as prisões teriam acontecido.

Os investigados devem responder pelos crimes de fraude em certames de interesse público e organização criminosa, cujas penas, somadas, poderão chegar à 14 anos de reclusão.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.