Rádio Monteiro - Online

Empresa de água interditada em Monteiro diz que informações do Ministério Público não são verdadeiras; confira a nota


A empresa de água mineral Fonte da Vida, interditada nesta terça-feira (06), na cidade de Monteiro, emitiu uma nota esclarecendo os motivos que resultaram em sua interdição durante a Operação Poseidon, que foi realizada pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) em parceria com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Secretaria da Receita Estadual (SER-PB) e Secretaria de Segurança e Defesa Social. De acordo com a nota da empresa, as informações repassadas pelo Ministério Público após a operação não são verdadeiras.
Confira a nota:

Gilvani Batista de Melo, empresário da Fonte da Vida, por meio deste ato vem a público esclarecer que no dia de hoje sua empresa foi alvo da “Operação Poseidon”, onde não fora constatada nenhuma irregularidade quanto o uso dos equipamentos e higienização (não tendo sido em sua empresa encontrado nenhum animal que contaminasse a água).
Sendo inverídica a afirmativa de que o proprietário seja fornecedor de água para hospitais.
Insta frisar que o empresário foi conduzido até a Delegacia de Polícia e logo em seguida liberado, vez que o único motivo para a interdição fora porque algumas documentações não se encontravam em poder do mesmo, situação que está sendo devidamente providenciada e dentro de alguns dias a Fonte da Vida voltará a funcionar com o mesmo controle de qualidade fornecido para os consumidores.


0 comentários:

Postar um comentário