Ministério Público Federal firma acordo para levar água à vila produtiva em Monteiro


Um Termo de Compromisso foi firmado nesta segunda-feira (29) na sede do Ministério Público Federal (MPF), em Monteiro, no Cariri paraibano para resolver a situação de falta de abastecimento na Vila Lafayette. Já se passaram dois anos desde que as águas da transposição do Rio São Francisco, eixo leste, chegaram a Paraíba, mas a vila continua sem água para produção e até sem água para consumo. O acordo é para garantir o abastecimento humano.

A comunidade é formada por 60 famílias que foram retiradas das terras por onde passa o canal da transposição, em Monteiro. Na época, as famílias foram levadas para a Vila Produtiva Lafayette, onde receberiam água da transposição para produzir, o que não vem ocorrendo. As águas da transposição do Rio São Francisco chegaram a Paraíba no dia 8 de março de 2017.

No termo a Companhia de Águas e Esgotos do Estado da Paraíba (Cagepa) se comprometeu em assumir o sistema de abastecimento. O cadastro das unidades consumidoras vai começar já nesta terça-feira (30). O fornecimento deve começar no máximo em 20 de maio deste ano. Porém, a água só vai poder ser usada para consumo humano.

O presidente da associação dos moradores da vila se comprometeu em fiscalizar e controlar que a comunidade use a água apenas para o consumo humano. A Cagepa também está autorizada a suspender a operação se descobrir que a água não está sendo usada apenas pra consumo ou se descobrir a existência de desvio (gato).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.